Educação Financeira

Estou Negativado te dá dicas sobre educação financeira

Acompanhe nossas dicas e eduque-se:

Olá! Esta parte do site é voltada para o tema “Educação Financeira”.

 
A Educação Financeira não consiste somente em aprender a economizar, cortar gastos, poupar e acumular dinheiro.
 

Confira abaixo algumas dicas sobre a Educação Financeira.

  • Avalie quando a compra de um produto é realmente necessária

Adquirir um produto novo, uma roupa, um eletroeletrônico ou algum objeto para nosso lar é sempre muito bom. Mas antes de realizar a compra, avalie a importância dessa aquisição. Questione sempre o que mudará para você ao adquirir o produto. Se sua resposta for “nada”, pense melhor a respeito antes de fechar o negócio.




Ao agir dessa forma, você estará se educando financeiramente, evitando o desperdício do seu dinheiro com compras desnecessárias.

  • Pesquise e peça desconto sempre

Antes de adquirir um produto, é sempre importante realizar uma pesquisa de mercado para avaliar as melhores opções em termos de custo x benefício.

Após identificar a loja que melhor atende à sua necessidade, converse com o vendedor e questione sobre a possibilidade de ganhar um desconto.

Geralmente as lojas cedem ao desconto quando a compra é à vista e o cliente solicita. Porém, em compras a prazo, também é possível negociar o valor antes de fechar o negócio.
Atenção: Ao avaliar o melhor custo x benefício, analise bem as características do produto desejado. Lembre-se de que nem sempre o produto mais barato é a melhor opção. Para não desperdiçar seu dinheiro, pesquise sobre a marca do produto e fique atento às suas características e às informações sobre garantia e assistência técnica.

  • Como se livrar das dívidas para poder poupar

Uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio apontou que 65% das famílias brasileiras estão endividadas. Atrasos ou parcelamento do cartão de crédito, cheque especial e financiamentos não quitados formam a bola de neve dos juros e encargos, tirando o sono das pessoas e impedindo-as de poupar ou fazer novos investimentos. Confira 10 dicas para equilibrar suas contas:

    1. Pague primeiro as dívidas menores ou as que têm juros mais altos.
    2. Corte despesas e ajuste seu estilo de vida aos rendimentos.
    3. Estabeleça um plano e um prazo para quitar as dívidas e procure segui-los.
    4. Elimine excessos, mantendo apenas um cartão de crédito e uma conta bancária.
    5. Anote diariamente tudo o que gasta, para descobrir os ralos de orçamento.




  1. Ao fazer compras, faça uma lista por ordem de prioridade.
  2. Se for comprar um bem ou serviço, procure guardar dinheiro e pagar à vista.
  3. Tente limitar os gastos com compras parceladas (incluindo cartão de crédito e cheque especial) a 30% de seus rendimentos.
  4. Considere a possibilidade de aumentar o orçamento com uma atividade extra.
  5. Ao quitar as dívidas, mantenha o plano de economia e crie o hábito de poupar.
  • Habitue-se a pesquisar preços
Todos temos preferências nas lojas que oferecem os produtos de acordo com nossos gostos. É comum sabermos onde comprar quando precisamos renovar o estoque de calçados, de roupas, adquirir um eletrodoméstico ou outros produtos em geral. Mas nosso grande erro está na confiança que depositamos nessas lojas. A melhor compra, portanto, ocorre quando pesquisamos e identificamos aquela com menor preço para o produto que desejamos comprar. Por isso, nunca compre na primeira loja que entrar. Faça pesquisas antes de fechar negócio e tenha a certeza de que existem diferenças significativas na venda do mesmo produto em pontos comerciais diferentes.
Habitue-se a pesquisar preços
  • Defina seus objetivos e coloque-os em seu orçamento

Todos temos sonhos e, para realizá-los, precisamos de muito esforço. Por isso, procure priorizá-los em todos os momentos e atividades que você desenvolver.

Lembre-se de ser o mais objetivo possível na hora da compra e procure seguir uma lógica em que as aquisições contemplem materiais estritamente necessários. Produtos da moda só lhe satisfarão em um curto prazo e poderão aumentar em muito suas despesas.




Não se deixe levar pela emoção!

  • Poupe sempre

É importante que você tenha constantemente uma preocupação com suas finanças pessoais. Procure organizar-se de forma que crie hábitos de poupar todos os meses um determinado valor (de 10 à 20% do seu salário) que possa ser aplicado futuramente na realização de seus objetivos ou até mesmo em sua própria previdência.

Caso você já possua uma aplicação, como dinheiro guardado estrategicamente para imprevistos ou objetivos, não resgate na primeira dificuldade, do contrário, dificilmente conseguirá organizar-se financeiramente.

  • Pague suas compras sempre à vista

Com todas as facilidades de parcelar pagamentos é comum aderirmos às diversas propostas feitas no comércio em geral. Entretanto, por mais que determinadas lojas divulguem que o preço à vista pode ser parcelado, tente negociá-lo e pergunte quanto o produto custa se você realmente pagar à vista.Você observará que conseguirá um desconto surpreendente!

Saiba Mais Dicas

 Pedir emprestimo negativado